Chegou a hora de pensar e preparar mantas, botas, cachecóis, abrigos, galochas, aquecedores e … lareiras!
Além da aparência ideal, lareiras devem ser pensadas em função do desempenho além daquele imediato – fornecer calor – mas, também, na economia do meio ambiente e do bolso…
Veja, depois do tour pelas fotos, os diversos tipos de lareiras, segundo o sistema que utilizam para a produção de calor…e não só.
Escolha, então, a sua.

Gás
Etanol
Tradicional
Electrica.

Lareira a lenha:
Em nenhum outro tipo você terá o prazer do som da madeira a crepitar, do perfume, do mexer e remexer brasas… Mas, saiba que as lareiras tradicionais que queimam lenha roubam do ambiente oxigénio, como combustível, aquecem segundo o tamanho, ou seja: O tamanho é directamente proporcional à área a aquecer, e não só – como não admitem termostato a temperatura é variável e aquece sempre mais o que ou quem está mais perto dela.
Lareiras tradicionais requerem construção e manutenção periódica, dispendiosa e especializada, para funcionarem de maneira segura.
Lareira eléctrica: 
Alguns as definem como as lareiras mais amigas do ambiente – tenho cá minhas duvidas ainda não respondidas…
Tudo o que você precisa, para acender uma lareira eléctrica é de uma ficha de energia. 
Eléctricas possuem termostato, não precisam de tubos e chaminés e podem ser instaladas em qualquer sítio, dentro da boca de sua lareira tradicional, e até dentro de um móvel antigo!
Aquelas chamas que aparecem? Pois saiba que são …virtuais… Aí está uma das minhas questões: Ora, se as chamas são virtuais, para que as quer? Ilusão?
Ao fim e ao cabo, lá estão as chamas…se o calor é eficiente e se a virtualidade não embaraça seu prazer…esta é a melhor delas.
Lembre-se, caiu a energia? Apagada estará sua lareira eléctrica!
Lareira a etanol:
Sem problemas com queda de energia, sem cinzas a recolher, sem estoque de lenha a controlar, com controle de temperatura e…é fogo mesmo!
Melhor, podem ser instaladas também no exterior e o fogo – fogo de verdade – saindo sob pedras, para mim, é tão inspirador como as achas de madeira a queimar. Melhor: O etanol é produzido por materiais altamente renováveis como a cana de açúcar,  batatas, etc. 
Pode ser melhor? É a minha preferida!
Fotos: 1,3 a 6 e 8 / 2 / 7 / 8 / 9

Esta entrada foi publicada em remodelação e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado